PARA QUEM AINDA ACREDITA NO AMOR

by - julho 08, 2017

www.blogmeraki.com.br

Eu acredito em amor de verdade. E não tô falando desse amor em que o cara é perfeito e faz exatamente o que eu quero. Sim daqueles tão forte que, por algum motivo, até as imperfeições batem. Primeiro, se chocam e, com o tempo, se completam. Se acostumam.

Acredito num amor que é forte o suficiente para suportar até a coisa que você mais detesta em alguém. Não é como se você fosse ficar calada. Mas, por algum motivo, saberá a dose certa para falar sem magoar até quando tratar de algo que te tira do sério. Porque, no fundo, você sabe que não vale a pena brigar. E é claro que, às vezes, por mais que você não queira vão acontecer de rolar umas briguinhas. Mas a raiva nunca vai gritar mas alto do quem ama.

Quem te ama faz o seu dia ficar bem de alguma maneira. Deixa tudo leve ao invés de vazio. Substitui o aperto no peito por borboletas, pequenininhas, no seu estômago. E transforma todos os seus medos em sonhos. É quase como se fosse tudo o que acontece naqueles filmes bonitinhos do cinema. Mas com mais realidade. E a felicidade não tem prazo de validade. São felizes e pronto.

www.blogmeraki.com.br


Eu acredito em um amor desses que cuida. Que aceita. Que surpreende. Que não se acomoda com o tempo. Que sonha junto. E que também realiza seus sonhos. Acredito num amor que te faz ser o melhor que você pode ser. Que transforma a quarta num sábado e domingo na sexta. Que gosta de fazer coisas diferentes independente do que. O seu amor só quer estar junto.

Apesar de tudo me provar o contrário acredito demais nesse amor.

Autora: Lara Carolina | Blog 22 Coisas

POSTAGENS RELACIONADAS

14 comentários

  1. Eu não acredito no amor, e várias vezes em minha juventude, mesmo não estando velha, eu gritei aos quatro cantos que não acreditava. Mas, eu descobri o amor, porque descobri a mim mesma, descobri meu corpo e minha alma, descobri a sabedoria do que significa amar em primeiro plano, para em seguida ama-lo em segundo. Me amei primeiro, para enfim amar alguém, quiça outrem.

    Até mais! O/
    Karolini Barbara

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Vi muitas facetas do amor, algumas que fizeram acreditar que ele é basicamente um mecanismo de defesa para a sobrevivência da espécie,meramente ilusão biológica. Mas em outras que acreditei que ele era a coisa mais preciosa na vida. E acredito no seu texto, amor muda as coisas, mas alinhado a companheirismo, lealdade, carinho e paciência. A vida é difícil, mas as vezes ela bem que parece com uma rom com haha

    ResponderExcluir
  4. Você quase me faz acreditar nesse amor...seu texto é tão lindo e apaixonante mas nem sempre o amor se manifesta dessa forma...eu acredito que o amor verdadeiro exista mas ainda não experimentei ele apenas ilusões do amor...parabéns pelo texto bjs

    ResponderExcluir
  5. Eu me considero o tipo de pessoa que é romântica, mas que não consegue mais acreditar em amor... acho que, por ver tanta gente banalizando esse sentimento. Pra mim, amor é algo profundo a níveis extremos, de uma profundidade tão grande que consegue transpassar os ~defeitos~, as opiniões, os segredos... Não sei, mas acho que esse tipo de coisa não existe mais e, se existe, são em casos isolados. Mas, né, pensamento positivo <3 adorei seu texto!

    ResponderExcluir
  6. Sou da mesma opinião! Também não acredito nesse "amor de novela", que tudo é perfeito. Mas acredito no amor real, que passa por dificuldades, mudanças e Ainda está ali presente.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo! Eu acredito no amor de verdade. Como você disse, até as imperfeições podem bater e, no fim, acabam se completando. Vivo isso com meu namorado. Somos duas pessoas bem diferentes, mas nos achamos naquelas pequenas coisinhas em que somos parecidos e também tentamos nos acostumar com as divergências um do outro.
    Sempre costumo dizer que a base de um relacionamento é ceder. Nunca um só tem de ceder. Os dois tem de ceder um pouquinho pra chegar em um meio-termo que agrade a todos. Isso é amor real!
    Beijos <3

    www.madamices.com

    ResponderExcluir
  8. E esse amor existe! Por um tempo na juventude, achei que nunca ia casar, que nunca ia amar ninguém, mas de repente, ele apareceu e já se vão quase 10 anos de casamento. Com um amor verdadeiro, um amor que tudo suporta, que tudo supera.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  9. Tem gente que ainda não acredita no amor! Eu sempre fui sedenta por ter alguém para amar e hoje tenho um casamento que muio me alegra! Amar é tão bom! :)

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca acreditei no amor. Pelo menos não nesse amor romântico. Sempre tive o amor da minha família e, há uns dois anos, consegui chegar perto do tal "amor próprio". Depois que comecei a me amar de verdade, aí sim fui capaz de conhecer o amor na sua melhor forma. Comecei a acreditar que eu era amada, sim, porque mesmo com tantas demonstrações de afeto por parte dos meus pais, família e amigos, eu sempre achei que não merecia nada disso. Só quando a gente se aceita e se ama o amor chega de verdade. Hoje também estou em um relacionamento, tenho um namorado que amo muito e também posso sentir o amor que ele tem por mim. Mas nada disso seria possível se eu não tivesse conseguido amar a mim mesma primeiro. Hoje acredito no amor em todas as suas formas. Adorei o texto!! <3

    ResponderExcluir
  11. Que texto mais interessante. Eu acredito que o amor tem diferentes "formas" não é uma exatidão. E existem diferentes formas de amor e isso não significa que você não ame a pessoa. O amor esta aí para ser sentido, o problema é que nós complicamos demais as coisas.

    ResponderExcluir
  12. Eu acredito que o que move a vida é o amor. E quando digo isso, não cito o amor romântico, a dois. Eu cito o amor da família, dos amigos e principalmente o amor próprio. Precisamos de amor, tanto receber como retribuir.

    ResponderExcluir
  13. Adorei o seu texto porque ele pontuou coisas realmente relevantes e que demonstram o amor em si - cuidado, atenção, preocupação - Isso é amor em sua essência. ♡ xoxo, Blog B de Bia

    ResponderExcluir