HI...

by - dezembro 21, 2017


"Mais um ano chegando aos seus últimos suspiros. E como passou tao rápido! A cada ano tenho a impressão que o tempo passa mais e mais depressa. Quantas coisas aconteceram, quantas pessoas encontramos, reencontramos... Oportunidades, escolhas, novos caminhos, momentos sorrisos e principalmente: quantas experiencias e aprendizados.

O melhor de se chegar ao dia 31 de dezembro e pensar no que realizamos ou deixamos de realizar, é poder chegar nesse dia e nos sentirmos felizes com a pessoa que somos, que nos transformamos, que evoluímos. Que ao longo do ano, riu, chorou, vibrou de alegria, precisou de um "colo", mas que humanamente está "aqui", pronta mais uma vez como tantas vezes na vida pro "que der e vier".

A vida é movimento, é energia, a vida não para, e é por isso que é tão bela! E, sem promessas para esse ano novo, porém com muitos desejos, eu deixo aqui o que maior se faz presente em mim. Desejo a esse Universo sem fim muito amor, muito amor, para começar, para não desistir, para fazer valer a pena, para sorrir, para superar, para recomeçar... Amor por si mesmo, pelo próximo, por quem já passou pela nossa vida e para quem virá, amor a todos os caminhos a serem seguidos. Jamais perca a fé, e nunca deixe de sentir gratidão, a tanto que desconhecemos ainda..."

Eu não poderia concluir esse ano sem passar por aqui, sem deixar registrado tudo o que esse ano foi capaz de fazer na minha vida, e por esse motivo esse post é nada mais nada menos que um clichê com música indie e as melhores coisas que me aconteceram nesse ano (tem café também, viu?)



É engraçado pensar que no início do ano eu listei metas que eu gostaria de concluir no decorrer do ano, mas gente, cês não tem noção como foi tudo diferente, foi tudo diferente do que eu planejei (e foi incrível). Maaaaas, esse post não é sobre metas, é sobre coisas pequenas. Coisas pequenas e felizes. 

1. Eu não me recordo se cheguei a comentar por aqui, mas algo que me deixou muito feliz foi escrever para as minhas leitoras no aniversário do blog. Eu escrevi cartas, foi a primeira vez que eu enviei uma carta (no caso várias) e foi (muito, muito, muito) mágico. Eu juro que me senti fora do século 21. Percebi que para mim cartas envolvem muito mais sentimentos. São como um elo entre o destinatário e o remetente. Também gostaria de registrar que recebi duas cartas de duas pessoas incríveis, escritoras maravilhosas e almas belíssimas (a primeira carta foi da bruxinha e rainha vermelha Lu do blog Memorialices e a segunda da minha doce Thay do blog Simplesmente Criativa). Em 2018 gostaria de escrever mais vezes, então sintam-se a vontade para me escrever, okay?

2. Bem no finzinho do ano eu procurando filmes sobre fadas, gnomos e outros seres mágicos conheci um jogo chamado Elvenar onde a gente constrói a nossa própria cidade de seres mágicos.Eu tinha que citar meu jogo de todo dia aqui kkk. Inclusive estou jogando agora (será que estou viciada?) 

3. Também não poderia deixar de falar do dia que me senti tão amada e do dia em que eu amei sem limites. O dia do meu aniversário, aliás o mês foi marcado por quatro bolos. Eu fiquei muito feliz, não apenas pelos bolos, mas pelos meus amigos e família se reunirem para comemorar a minha vida. Eu amo tanto eles que não sei descrever, chega dá um negócio aqui no coração.

4. Nesse ano não teve nada de academia, nada de chorar por não ter pernas grossas ou de ficar com vergonha por ter que comprar roupas da sessão infantil na CeA. Eu estou em uma batalha com o meu corpo e cada dia é uma batalha para não ligar para as piadinhas das pessoas ou me sentir desconfortável ao me olhar no espelho. O nosso corpo é a nossa casa, por favor, vamos lutar para que as revistas não ditem como deve ser o NOSSO corpo. Vamos fazer academia sim, mas vamos fazer porque faz bem, porque deixa a gente bem e não porque fulano disse que você estava magra/gorda. Inclusive achei um canal que estou completamente apaixonada e que resume muito do que eu senti e sinto com o meu corpo, o canal da linda, incrível, talentosa, louca e extrovertida Luara (gente, cês vão amar esse menina (é sério!)). Vou deixar um vídeo dela aqui só para vocês terem noção do quão maravilhosa e engraçada a Lu é:



5. Vocês já conhecem a minha ladainha de sempre da faculdade. Esse semestre foi difícil? foi! A minha sala quis matar alguns professores? simmmm! Mas estamos aí firmes e fortes. #VemSétimoSemestre (pode demorar um pouquinho se quiser).

6. Também tenho que agradecer a 2017 por ter uma pessoa incrível ao meu lado. Só posso dizer que estou muito feliz e pedir a Deus para lhe dar paciência nos dias de TPM.

7. Não poderia faltar o blog nessa lista maravilinda. Em 2017 eu me dediquei mais a escrever e colocar para fora as coisas que eu só converso por aqui, eu quase completei um BEDA (hahahha), eu fiz amizades, interagi muuuuito em outros blogs e encontrei amizades em todas as partes desse Brasil. Olha meu coração dando uns coiso de novo .

// Agora uma listagem mais resumida, mas não menos importante

8. Acompanhei a primeira tatuagem da minha amiga Jujubinha.
9. Eu passei em Neuroooooo.
10. Estou aprendendo a meditar.
11. Pessoas que me inspiram me respondendo pelo instagram (Maglore, neuroreabilitar e a Fisioterapeuta Letícia). Pense numa pessoinha feliiiiz.
12. Eu tive minha primeira paciente (um amor).
13. Eu fui com menos frequência para o hospital por cólicas.
14. Eu achei a minha área na Fisioterapia (Pediatria).
15. Tive e tenho todos os dias a minha família e amigos ao meu lado.

Obrigada 2017 ♥

Como foi 2017 para vocês?

POSTAGENS RELACIONADAS

1 comentários

  1. Quanta coisa linda você realizou em 2017 ❤ eu me derreti toda quando vi meu nome escrito ali (a Luh também é uma linda)! Amor demaisss!Sobre seu Beda, foi maravilhosooo, amei todos posts! Fisioterapia é uma área muito maravilinda! ^^ Isso de parar de vergonha sobre o corpo é algo que devemos passar, e que bom que você está lidando tão bem com isso, queria. Enfim, parabéns por tanta coisa nesse ano maravilhoso!

    ResponderExcluir